Visto da Terra, Vênus passará em frente ao Sol

 

Visto da Terra, Vênus passará em frente ao Sol. E o fenômeno não voltará a se repetir até o ano de 2117.

 

O alinhamento de Vênus,Sol e Terra ocorrerá entre os dias 5 e 6 de Junho quando o planeta Vênus passar entre a Terra e o Sol. Mas CUIDADO! As pessoas não devem olhar diretamente para o Sol, já que isto pode causar danos à retina e lesões no olho . As pessoas podem usar um telescópio para projetar a imagem do sol dentro de uma caixa como é feito na observação de manchas solares, como mostra a seguinte foto:

 

 

 

 

 

http://www.apolo11.com/spacenews.php?titulo=Mancha_solar_surge_cresce_e_anima_os_pesquisadores&posic=dat_20090602-093216.inc (consultado em 02/06/2012)

O fenômeno não voltará a se repetir até o ano de 2117. O mesmo evento já foi registrado em 1639; 1761e 1769; 1874 e 1882 e 2004. Atualmente, está gerando grande expectativa, pois  o trânsito de Vênus é algo extremamente raro, ocorrendo em pares separados por 8 anos a cada 105 anos.
O fenômeno é importante para que os cientistas possam calibrar seus instrumentos e melhorar a precisão das medidas da distância da Terra ao Sol e calcular o tamanho de nosso sistema solar, nos ajudando  na procura por planetas extra-solares com atmosferas.
O Observatório Solar dos EUA (NSO) exibirá, em seu site, imagens em tempo real, e a Nasa disponibilizará imagens da Estação Espacial Internacional(ISS) e do telescópio espacial Hubble.

Flávio Milton de Campos Jr.

Dados sobre os Planetas Vênus e Terra:

Vênus:

Distância média ao Sol: 1.082 x 108 km
Velocidade média orbital : 35.0 km/s
Período orbital : 224.70 dias ≈7,5 meses≈0,615ano terrestre
Período de rotação : 243.01 dias
Diâmetro equatorial : 12104 Km = 94.9% do diâmetro da Terra
Massa : 4.869 x 1024 Kg = 81.5% da massa da Terra
Densidade média : 5243 Kg/m3
Velocidade de escape : 10.4 km/s
Gravidade à superfície (Terra = 1) : 0.91
Temperatura média à superfície : 460ºC = 733K

http://cftc.cii.fc.ul.pt/PRISMA/capitulos/capitulo1/modulo6/venus.html

Terra:

Distância média ao Sol: 1.496 x 108 km
Velocidade média orbital : 29.79 km/s
Período orbital : 365.256 dias
Período de rotação : 23.9345 horas
Diâmetro equatorial : 12756 Km
Massa : 5.974 x 1024 Kg
Densidade média : 5515 Kg/m3
Velocidade de escape : 11.2 km/s
Temperatura média à superfície : 9ºC = 282 K

http://cftc.cii.fc.ul.pt/PRISMA/capitulos/capitulo1/modulo6/terra.html

Fonte:  Terra
01 de junho de 2012 • 14h13

Noticia:Terra Noticias
http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI5808314-EI301,00-Nasa+se+prepara+para+imortalizar+ultima+passagem+de+Venus+pelo+Sol+ate.html
( consultado 2/6/2012)
video:Terra TV
http://terratv.terra.com.br/Noticias/Ciencia-e-Tecnologia/4195-418212/Venus-passara-pelo-Sol-entre-os-dias-5-e-6-de-junho.htm

 

 

O tecido do cosmo

Título original: THE FABRIC OF THE COSMOS
Autor: Brian Greene
Tradução:José Viegas Filho
Lançamento: 06/12/2005
Selo: Companhia das Letras

Brian Greene é um dos mais consagrados estudiosos da formação, evolução, estrutura e destino do cosmo. Em O tecido do cosmo, após familiarizar os leitores com os conceitos básicos sobre a estrutura e a evolução do universo, o jovem professor da Universidade Columbia descreve os últimos desenvolvimentos da cosmologia e as teorias mais avançadas sobre o assunto.
Em linguagem clara e didática, sem recorrer a equações e fórmulas complicadas, o autor centraliza a sua análise na teoria das supercordas, na qual hoje se concentram as melhores esperanças de que cheguemos, ainda no transcurso de nossas vidas, a um entendimento verdadeiramente profundo da natureza dos componentes básicos do universo e de sua relação com o espaço e o tempo.(Cia das Letras).
http://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=11362

O Universo Elegante

 

Título original:THE ELEGANT UNIVERSE
Autor: Brian Greene
Tradução: José Viegas Filho
Lançamento: 29/03/2001
Selo: Companhia das Letras

Brain Greene, em “O Universo Elegante” consegue de forma leve e didática, dar ao leitor uma visão conceitual da Física moderna, passando pela mecânica quântica, relatividade e a teoria das supercordas. Para isso ele utiliza boas e divertidas analogias, sem entrar no formalismo matemático, tornando acessível a visão da ciência de um Universo realmente elegante.

Flávio Campos